1.24.2007

Mensagens através da Casa!

Mensagens através da Casa

Na sequência do anterior texto sobre “Mensagens através do Carro”, dou continuidade a este estudo, ligeiro, mas agora sobre a casa. È óbvio, que nunca é por acaso que acontecem certas coisas com os electrodomésticos, os objectos que temos em casa.

Partindo da mesma premissa que parti em relação ao carro, a casa é o nosso fiel reflexo de nós mesmos. È onde habita o nosso corpo físico, a casa da nossa Alma. Nada como começar a avaliar essas inúmeras avarias que acontecem lá por casa. Começando pela máquina de lavar e quando, por exemplo, o programador avaria significa que há algo em nós que necessita de ser novamente programado, só que não estamos a aceitar, ou a ter a coragem para o fazer. Uma amiga tinha a máquina de lavar roupa avariada, a água ficava dentro da máquina e não escoava. Logo percebeu que tinha dificuldade em exteriorizar as suas emoções. Outra pessoa teve um problema com a gaveta do detergente que não retinha o amaciador. Certamente tinha dificuldade em aceitar a doçura ou em preservá-la.

Já não é a primeira pessoa que me diz que, de tempos em tempos, avaria quase todos os electrodomésticos como a televisão, máquina do café, DVD etc. Constatei que andavam demasiado em “curto circuito” consigo próprios e como não retinham essa informação no consciente, não conseguiam dominar a energia expandindo-a desordenadamente.

Os voice mails são também uma maravilha para demonstrar o que se passa. Se não se quiser receber chamadas e ficar em paz por uns tempos, eles simplesmente deixam de funcionar. As aparelhagens também podem querer dizer algo quando avariam. Quando se tem dificuldade em gravar algo, é porque se tem dificuldade em memorizar, concentrar ou reter informações. Quando se percebe o que se passa, logo volta a funcionar, e muitas vezes, sem necessidade de recorrer a conserto.

Quando os estores (e aqui há que analisar em que zona da casa eles avariam uma vez que cada parte da casa representa uma parte de nós mesmos. O quarto é a nossa intimidade, o nosso Ser mais profundo; a sala é o nosso lado social; o WC é a nossa higiene a todos os níveis como mental, emocional) de uma casa se avariam significa que podemos andar tristes, deprimidos, desorientados e não queremos enfrentar a vida ou até vivê-la.

Quando se perde as chaves de casa e não se consegue entrar nela, significa que não se consegue entrar em si mesmo. Tenho conhecimento que muitas pessoas têm dificuldade em cuidar da sua própria casa, esta por vezes encontra-se desarrumada, suja e desleixada. È um forte sinal da própria desordem interna (muitas vezes de origem emocional). Acredito que quando se vai arrumar aquela gaveta ou armário, à muito a necessitar de ordem, é como se fosse arrumar algo em si mesmo que estava fora de lugar. Não se perde nada em experimentar, com intenção, fé e fazê-lo de coração aberto.

Há pessoas que nunca podem estar sozinhas em casa, têm que estar sempre com gente em casa e à sua volta, significa claramente que não podem estar com elas mesmas.

Encontrar o equilíbrio requer trabalho e atenção constante sobre si mesmo. Eu pessoalmente acredito que ele não está nos excessos, no fanatismo, nem fora de nós. Ele está dentro – È Só Procurar!

Etiquetas:

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home