6.14.2007

Sábias Palavras!

Sábias Palavras"Até um tolo pode passar por sábio e inteligente se ficar calado." (Provérbios 17:28 NTLH)
Recentemente vivemos situações distintas porém igualmente tristes, incendiadas pela mesma faísca - pessoas disseram coisas que causaram dor, feriram, magoaram, ofenderam, entristeceram. Parece ser constante a média que nos apresenta de que de cada 3 problemas de relacionamento interpessoal, dois são causados por palavras e apenas um por atitudes ou omissões. Isso já não era novidade nos dias de Salomão, época em que o livro de Provérbios foi escrito. Palavras duras ou suaves, motivadoras ou corretivas, sensíveis ou imparciais. Sempre as palavras. Disse um filósofo que elas são como flecha lançada; não podem mais ser recolhidas ou retiradas. Por mais que o cristão conheça o perdão e se esforce para andar e olhar para frente, o ferimento aconteceu e se não for tratado infecciona a alma. Não raras são as vezes em que casamentos, empregos, amizades, sociedades, relações familiares, ministérios e missionários - rolam por água abaixo por causa de palavras. Podem ser ofensas, mentiras, agressões, exageros, preconceitos. Mas geralmente o cenário é o mesmo: tudo ficaria melhor com silêncio do que com o que foi dito. Depois de falar, está falado. A Bíblia nos ensina que a boca derrama aquilo de que o coração está cheio e mais cedo ou mais tarde deixamos escapar alguma coisa. A cura está em nosso coração e não em nossos lábios e nossa língua, que são meros instrumentos. Se nosso coração estiver repleto daquilo que produz vida e amor, será impraticável nossa boca transbordar outras coisas. Vamos aproveitar o tempo que nos resta de vida e ter uma nova disposição, uma virada - dentro e não fora - das nossas vidas. "Deus querido, embora limitado e fraco como sou, quero ser diferente . Ensina-me a ser perfeito com a Tua perfeição e não com a minha."
Shalon

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home