9.12.2007

O Poder das Palavras!

O PODER DAS PALAVRAS
Os nossos pensamentos geram as nossas acções, são eles que nos ajudam a criar a realidade que pretendemos, através deles evidenciamos as nossas potencialidades ou as nossas limitações. Por isso se deve ter muito cuidado com o que dizemos ou escrevemos.

1.Utilize o Presente nunca o Condicional

O verbo utilizado no tempo presente fica mais forte e concreto.
“Eu estudaria” diga antes “Eu estudo”

2.Falar de desejos, mudanças que pretende para o futuro, deverá fazer sempre utilizando o verbo no presente.

Em vez de dizer: “ Vou fazer” diga “Eu faço”, ou, “Vou conseguir” diga “Eu consigo”

3.Falar de problemas, falar de algo negativo, independentemente de quem está a falar ou de que situação se refere, deverá utilizar sempre o verbo no passado.

“ Eu tinha más notas” – Isto pressupõe que já não as tens. Se utilizar o verbo no presente, continuará a te-las.

4.As palavras “Devo”, “Tenho que” ou “Preciso”

Fazem supor que algo exterior controla a sua vida.
Utilize antes, “Quero”, “Decido”, “Vou”.

5.A palavra “Se”, dá a ideia de indecisão, algo que não está definido, Substitua-a por “Quando”

“Se eu conseguir passar neste exame ...” diga antes “Quando eu passar neste exame.....”

6.A palavra “Espero”, dá a ideia de que não sabe se vai alcançar o que pretende, altere-a por “Sei” “Espero ter boa nota” diga antes “Sei que vou ter boa nota”

7.O “Não Posso” ou “Não Consigo”

São ideias de incapacidade.
Utilize antes, “Não quero”, “Não Podia” ou “Não Conseguia”, nestes casos já existe a pressuposição de poder, de conseguir obter o que pretende.

8.A palavra “NÃO”

Toda a frase ou pensamento que contenha a palavra “não”, traz à nossa mente tudo o que vem com ela. O “Não” só existe na linguagem que utilizamos, não na experiência. Se pensarmos na palavra não, a nossa mente não nos dá nada em concreto, não surge nada na nossa mente, no entanto, se pensarmos numa forma, por exemplo, quadrado, surge de imediato na mente consciente a forma quadrada, ou algo com essa forma.
Logo procure pensar no que pretende e não no que não querer.

9.A palavra “Mas”

Altere o “Mas” por “E”, o “Mas” nega tudo o que vem antes, ou seja:
“Eu sou inteligente, mas....” – Estamos a admitir que somos uma pessoa inteligente, no entanto, com o mas a seguir, tudo o que dissermos depois irá negar a afirmação que fizemos.

10.A palavra “Tentar”

Esta palavra faz supor uma possibilidade de falha. Substitua-a por “Fazer”
“Vou tentar lá estar amanha” – Existe nesta frase a hipótese de não ir, logo diga, “Vou lá estar amanha”

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home