1.31.2008

Conhecer a Solidão!

Conhecer a Solidão

A solidão é completamente diferente do estar só. Para estarmos sós, temos de ultrapassar a solidão. A solidão não pode ser comparada com o estar só. O homem que conhece a solidão nunca pode conhecer aquilo que está só. Será que vocês estão nesse estado de estar só? As nossas mentes não estão integradas para estarem sós. O próprio processo da mente gera a separação. E aquilo que separa conhece a solidão.
Mas o estar só não gera separação. É algo que não é a massa, que não é influenciado pela massa, que não é resultado da massa, que não é construído como a mente é; a mente é da massa. A mente não é uma entidade que está só, ela foi construída, acumulada, manufacturadao dos séculos. A mente nunca pode estar só. A mente nunca pode conhecer o que é estar só. Mas ao estarmos atentos à solidão quando a atravessamos, pode acontecer esse estar só. Só então pode ter lugar aquilo que é imensurável. Infelizmente, a maioria de nós procura a dependência. Queremos companheiros, queremos amigos, queremos viver num estado de separação, num estado que origina o conflito. Aquilo que está só nunca está num estado de conflito. Mas a mente nunca pode aperceber-se disso, nunca pode compreendê-lo, apenas pode conhecer a solidão

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home