1.31.2008

O Vosso Deus nao é Deus!

O Vosso Deus Não É Deus
Um homem que acredite em Deus nunca poderá encontrá-lo. Se vocês estiverem abertos à realidade, não podem ter nenhuma crença na realidade. Se vocês estiverem abertos ao desconhecido, não podem ter nenhuma crença nele. Afinal, a crença é uma forma de autoprotecção, e só uma mente mesquinha pode acreditar em Deus. Olhem para a crença dos aviadores da Segunda Guerra Mundial que diziam que Deus era a sua companhia enquanto iam deitanto bombas! Portanto, vocês acreditam em Deus enquanto estão a matar, enquanto estão a explorar as pessoas. Vocês veneram a Deus e continuam, implacavelmente, a extorquir dinheiro, a sustentar o exército - e no entanto dizem que acreditam na misericórida, na compaixão, na bondade... Enquanto exisitir a crença nunca poderá surgir o desconhecido; não se pode pensar sobre o desconhecido, o pensamento não o pode medir. A mente é o produto do passado, é o resultado de ontem, e poderá uma mente assim estar aberta ao desconhecido? Ela só pode projectar uma imagem, mas essa projecção não é real; portanto, o vosso Deus não é Deus - é uma imagem da vossa própria autoria, uma imagem da vossa própria satisfação. Só pode existir realidade quando a mente compreende a totalidade do seu próprio processo e chega a um fim. É só quando a mente está completamente vazia que se torna capaz de receber o desconhecido. A mente não se encontra pura senão quando compreende o conteúdo do relacionamento - do seu relacionamento com os bens, com as pessoas -, senão quando estabelece o relacionamento certo com tudo o que existe. Enquanto não compreender todo o processo do conflito, a mente não pode ser livre. É só quando a mente está completamente silenciosa, completamente inactiva, sem estar a projectar, quando não procura e está inteiramente tranquila - é só nessa altura que ganha existência aquilo que é eterno e intemporal

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home